• Sobre Amor e outras drogas

    Katie IV

    Eu vejo galáxias nos seus olhos A liberdade da sua alma A certeza nas suas decisões E a pureza do seu amor   Eu vejo e entendo seus defeitos e quando você aponta os meus Seu modo de me ensinar E de aprender comigo É garota, aprendemos a nos virar juntos   E continuamos aprendendo Cada qual na sua independência Somos nossa própria prioridade   Que optamos por respeitar e dividir E pode ser excesso de romantismo meu Mas eu vejo um laço vermelho nos unindo     – Para Katie. Meus votos do nosso casamento  

  • Sobre Amor e outras drogas

    Holo – Parte III

    Quando ela abriu os olhos, não havia nada, tudo era uma densa escuridão. Sem forma, sem cheiro, sem espaço, sem cor, sem som.   Fechou os olhos e esperou.     – Levante menina. – A voz preenchia todo o vazio, vindo de todas as partes ao mesmo tempo. – Você já dormiu demais. – Helena? É você? Então finalmente chegou a hora… – Diga meu verdadeiro nome e descubra. – A voz ordenou firme e séria. – Banshee. – O nome foi dito como um sussurro pesado e amedrontado.   Subitamente, o que era escuridão tornou-se uma luz clara e cega. Ela podia sentir que estava sendo transportada para…

  • Sobre Amor e outras drogas

    Flutuando

    Parecia que estávamos flutuando no ar Desprendidos de qualquer medo, padrão ou regra O universo parecia estar ao alcance das nossas mãos E nem as estrelas seriam mais as mesmas   A velocidade do tempo também não Nenhum slow motion conseguiria replicar Se fosse possível comparar O Big Bang explicaria   O mundo parou por um bom tempo Não queríamos voltar Ali estava bom, estava bom demais   Nada mais seria o mesmo Flutuávamos entre as nossas gravidades E não paramos por ali

  • Sobre Amor e outras drogas

    Novos Universos

    Às vezes parece que tudo está escuro Quieto e barulhento demais, ao mesmo tempo Como antes da vida surgir   Às vezes, parece que tudo está longe Tanto quanto outro planeta ou galáxia   Às vezes passa num brilho rápido Como um cometa Ou estrela cadente que perdemos o pedido   Às vezes, o brilho permanece por noites inteiras Como uma grande e bela lua cheia Acompanhada de estrelas reluzentes   Às vezes os mundos colidem Como numa dança atrapalhada e divertida Trazendo a liberdade que só a simplicidade possui   Às vezes, é uma dança serena e lenta Para que qualquer ferida cicatrize E ensine o que precisa ser…

  • Sobre Amor e outras drogas

    Da Humanidade

    Ainda somos humanos Gostemos disso ou não Compartilhamos um planeta E todos seus recursos finitos   Ainda somos humanos Com muito a aprender, no bom e no ruim Amadurecer Perdoar e libertar   Nunca foi uma competição Nunca foi para sentir-se melhor que os outros Talvez sempre tenhamos comprado uma ideia errada   Pois, ainda somos humanos Podemos errar e nos irar, mas também buscar melhorar e sorrir E o mais importante: (se) amar

  • Sobre Amor e outras drogas

    Holo – Parte II

    Ela caminhava calmamente pelas escadas, passando pelos andares superiores em direção ao terraço, mantinha e chamava a atenção com um sorriso de satisfação que preenchia todo o rosto. Ouvia a forte chuva que começara a cair repentinamente do lado de fora, ignorando o breve nascer do céu e mantenho o céu escuro com as nuvens densas e carregadas. Foi até a beira do terraço, sentindo a água fria lavar o corpo e o mar de sangue que havia se formado na rua abaixo durante a madrugada. O êxtase e a excitação ainda percorriam cada parte do seu corpo, fazendo com sentir-se cada vez mais ativa a cada respiração e arrepio…

  • Sobre Amor e outras drogas

    Verão – Sharona

    Foram com tudo.   Se beijavam com vontade, como se o mundo fosse acabar em algumas horas e era preciso se divertir antes do fim caótico. A excitação tomava conta do ar do apartamento enquanto as mãos iam tirando camisetas, abrindo cintos e pernas se entrelaçavam na direção do quarto enquanto risos soltos escapavam ao acaso quando tropeçavam nos sapatos sendo chutados dos pés.   Era ela quem comandava. O apartamento também era dela.   Jogou-o sentado na cama e se encaixou no colo dele, juntando e esfregando os troncos nus. Parecia haver um acordo mútuo de curtir primeiro a parte cima com as mãos e línguas antes de explorar…

  • Sobre Amor e outras drogas

    Katie III

    É garota, acho que chegamos bem longe dessa vez, não é mesmo? Sabe, eu ainda tenho aquela louca vontade de te abraçar e te fazer sentir confortável. Estamos velhos, minha adorável estrela, minhas mãos tremem mais do que aquela nossa velha máquina de lavar roupas e a sua mobilidade não é mais a mesma de algum tempo atrás. Envelhecemos. Agora estamos presos nessas camas de hospital esperando a Dama Branca escolher qual de nós vai primeiro. Estou um tanto saudosista hoje, passei a noite toda relembrando de tudo que vivemos, lembrando de nós. Desde a primeira vez que te nos falamos, passando por tudo mesmo, seus trejeitos depois de uma…

  • Sobre Amor e outras drogas

    O Banquete

    Decidi organizar um banquete para alguns conhecidos de longa data. Para modificar um pouco o ambiente costumeiro, o encontro da vez foi marcado em uma acrópole, no topo de uma colina íngreme, longe da cidade, mas com diversos cômodos reservados. O suficiente para o número de convidados e seu devido conforto. Tudo havia sido bem planejado, a grande mesa maciça de madeira antiga remontava os tempos nórdicos, assim como a bebida e comida que estavam sendo preparadas. A decoração era bem simples, sem extravagâncias desnecessárias, apenas lâmpadas fortes espalhadas no teto e velas para iluminar a mesa quando a noite chegasse e a comida fosse servida. Para os mal acostumados…

  • Sobre Amor e outras drogas

    Pra Valer

    Eu estarei aqui Não importa a distância Os dias difíceis Ou qualquer oposição Eu estarei aqui Nos bons e maus dias Nos bons e maus humores Nos bons e maus sonhos Eu estarei aqui Pois a vida é muito mais que dor A vida é alegria e esperança Então, quando tudo parecer desabar Venha, seja como for Pois eu estou aqui