Sobre Amor e outras drogas

Cosmos

As noites na metrópole são interessantes

Não por causa da vida noturna movimentada

Nem por causa da quantidade de pessoas diferentes

Mas sim, muito, por que eu observo tudo de cima, do topo do prédio mais elevado da cidade

E daqui todas as perspectivas mudam

Parece que estou a um levantar de braços para alcançar as estrelas que brilham como diamantes no céu

Enquanto que estou a um olhar para baixo de ver todas as luzes que transpassam janelas

 

É lindo

 

Essa mudança de perspectiva dá sentido ao que vejo quando estou caminhando lá embaixo

Por que daqui de cima, entendo o que há lá

 

Quanto mais subo ao céu mais as luzes da cidade se aproximam formando focos reluzentes, desenhos que nada tem a ver com os mapas cartográficos e se eu forçar um pouco os olhos posso ver luzes se movendo nas ruas

Dentro dos carros, prédios e casas

Cada uma com o mesmo destino

Cada uma sendo brilhante a sua maneira

 

Essa é uma das vantagens de ser efêmero

Posso ver o que os olhos humanos não veem

Posso entender o que o coração e mente humano não compreende ainda

Posso sentir a força das ligações que existem por fios vermelhos

 

Posso reconhecer que cada pessoa, lá embaixo, é um foco de luz

Um diamante bruto

Que possui e leva um universo dentro de si

Sim, cada um, lá embaixo, possui um infinito dentro de si

 

Uns são mais brilhantes, outro menos

Uns já entenderam o caminho outros ainda estão no aprendizado

Nada disso é problema

Não é uma competição

 

O que importa é que todos brilhem

Assim, não há espaço para a noite escura

E ninguém irá passar por momentos sozinhos no escuro

Pois sempre haverá uma estrela por perto

Ou a sua própria

 

Eu vejo as luzes também durante o dia

Mas é só durante a noite que elas se parecem estrelas

De qualquer forma, é lindo ver todas essas luzes e estrelas brilharem

Seguindo em frente

Iluminando a vida


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *