Gitana

Estou pensando em você

Mais especificamente no seu corpo

Em cada detalhe dele, cada pequena curva, cada marca e tatuagem que você tem

E aonde caberiam mais alguns desenhos

 

Seu corpo é mistério, assim como você

Mesmo sem vestir nada, você quase nunca se despe de verdade

É só quando quer, quando julga merecer

São as suas regras, nada é mais justo

E ainda bem que é assim

 

Um aviso aos navegantes:

Não é qualquer um que pode conhecer seus pontos

Os pequenos pelos eriçados da sua nuca

Nem a forma desenhada dos seus seios

Ou da sua coxa

 

Estou pensando em você

Mais do que deveria, reconheço

Mas é que teu cheiro não quis sair de mim

Tampouco o seu gosto

Ou os sons que você faz

Tudo seu ficou gravado em mim, como um novo DNA

 

Não encontrei prazer maior do que te dar prazer

De passear por você, dos pés a cabeça

Estacionar onde é necessário

E entrar sem ter que bater

Mas ainda assim tendo de ser convidado

 

E foi passeando por você, que descobrimos que você se arrepia quando o gelo passa naquela queimadura de sol nas suas costas

E que quando você solta os cabelos de uma só vez, é hora de deixar você fazer o que quiser

E que dormir abraçados é melhor que assistir a qualquer série de um streaming

 

Estou pensando em você

No seu corpo nu

Na sua alma crua

Na liberdade que você carrega

 

Tu és gata, anja, deusa, mistério, cigana

Desejo

Mulher

Livre

 

Estou pensando em você

Nas suas regras

E em como a cor da sua pele enche o olhar quando a luz do sol bate na sua pele

Como cada parte do seu corpo parece desenhado à mão

E em como isso parece ter o intuito de seduzir

 

E de me deixar aos seus pés

Estou pensando na sua pele

Nos seus cabelos

Nos seus lábios

Na sua voz

No seu peso ideal

E na sua inteligência fora da média e do contexto comum

 

E em como você pode ir e vir quando quiser

E não perder a doçura diante do mundo

 

Estou pensando em você

E em como nossas mãos se encontram e ficam unidas

E o quando eu ainda tenho que aprender e me esforçar para te entregar o melhor de tudo

Pois quando você se despe, solta os cabelos e se entrega

Eu devo fazer o mesmo

E o melhor para você ficar

E sentir o que me faz sentir

 

Estou pensando em você

No seu corpo

Na sua boca doce

No seu rebolado ritmado

Na sua presença arrebatadora

No seu calor confortável

Na sua alma plena

No sol que você é

Na divindade que representa

 

E o quanto quero ser o eleito

Que sua parte cigana vai permitir ficar

E permanecer dentro de você

Como conforto

Porto

E prazer

(Visited 45 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *