O Que Eu Sou

Este sou eu,

Em essência.

Minha pena registra no papel

O que minha boca não pode dizer.

 

Eu sou um arqueiro,

Minha flecha tornou-se justa

E é disparada quando necessário

E rezo para nunca ser.

 

Eu sou um músico,

Minha melodia tem o dever

De penetrar as almas,

De acalmá-las e tranquilizá-las.

 

Eu sou daquele

Que daqui para frente

Abençoa e leva a palavra

E carrega a fé.

(Visited 155 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *